segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Pilula anticoncepcional engorda?



Ganho de peso é um efeito comumente relatado por mulheres usuárias de pílula anticoncepcional. Médicos freqüentemente escutam de suas pacientes a queixa de que passaram a engordar após ter iniciado o contraceptivo oral.

Então fica a pergunta: A pílula engorda ?


Segundo estudos atuais com grande numero de usuárias de pílula anticoncepcional, a resposta é não.
Mas então o que explica o grande número de pacientes que relatam ter engordado após o início da pílula ?
Uma das explicações é que, devido à epidemia de obesidade atual, tém aumentado nos últimos anos o número de mulheres que ganham peso na transição da adolescência para a fase adulta, independente do uso ou não de pílula anticoncepcional. Como é nesta fase que, geralmente, se inicia o uso da pílula, as mulheres acabam colocando a culpa de ter engordado no contraceptivo.

Outra explicação está na fama causada pelos anticoncepcionais antigos. Os primeiros combinados contraceptivos apresentavam doses maiores de estrógeno, o que ocasionava maior retenção de líquido. Diferente das pílulas mais modernas, que tem baixa dose de estrógeno e algumas ainda contém um progestágeno (drosprirenona) que tem um leve efeito diurético evitando o inchaço.

Já em relação aos anticoncepcionais injetáveis (contendo apenas progesterona) pode ocorrer, em algumas mulheres, ganho de 1 a 2 Kg por ano, principalmente em adolescentes que já se encontram acima do peso. Estudos mostram que este ganho ponderal aparentemente não é explicado por retenção líquida, mas sim por ganho de tecido gorduroso. A causa parece ser aumento do apetite e alteração do metabolismo gerado pelo progestágeno.

O que precisa ser desmistificado é a noção de que ganhar peso é inevitável após o uso de anticoncepcionais hormonais. Ao jogar a culpa na pílula, a mulher passa a não dar importância a outros fatores como alimentação e atividade física, que podem estar contribuindo com o ganho de peso e que devem receber mais atenção.



Nenhum comentário:

Postar um comentário