terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

OBESIDADE INFANTIL EM CRESCIMENTO





Estudo americano publicado na revista Pediatrics mostra que a prevalência de obesidade infantil continua crescendo nos Estados Unidos.
A prevalência de sobrepeso ou obesidade aumentou de 29% em 2000 para atuais 35% em 2015 !
Mas o dado que mais chamou atenção foi que, NA FAIXA ETÁRIA ENTRE 2 A 5 ANOS, A PREVALÊNCIA DE OBESIDADE CRESCEU DE 9% EM 2013 PARA 14% EM 2015 ! Um aumento considerado muito acentuado para o período.
A importância deste dado está no fato de que é justamente nesta faixa etária que os pais geralmente não notam que a criança está acima do peso, sendo a gordura muitas vezes confundida com boa nutrição. Só a partir dos 6 a 7 anos é que os pais costumam procurar ajuda, o que acaba protelando o tratamento.

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

RETENÇÃO DE LIQUIDO



Edema é o termo usado para descrever o inchaço que ocorre nas pernas devido ao acúmulo de liquido nessa região. É muito comum, principalmente em mulheres e raramente indica alguma doença grave. Porém, é uma queixa frequente em consultórios pela sensação de desconforto que ocasiona. Além das pernas, pode haver retenção hídrica no abdômen e nos braços.

Grande parte desse desconforto é devido ao ganho de peso. Uma pessoa pode apresentar oscilação de cerca de 1 a 3 Kg num único dia devido a retenção de líquido. Ocorre da seguinte maneira: Ao ficarmos em pé, durante o dia, pode ocorrer um certo extravasamento de liquido de dentro dos vasos sanguíneos das pernas para o tecido ao redor (chamado interstício). Essa relativa “perda” de volume dos vasos sinaliza os rins que, com intuito de reposição do liquido “perdido”, passam a reter sódio e agua, o que aumenta a quantidade de agua corporal, e consequentemente, o peso.

O que fazer para reduzir a retenção de liquido?
Existem algumas mudanças no seu estilo de vida que podem diminuir o edema. Abaixo, algumas dicas:

- DIMINUA O COMSUMOS DE SAL NA DIETA: Quando ingerimos sódio em grande quantidade, ocorre retenção de água. Isso porque o corpo tem que manter a proporção de sódio e agua constante. Assim, quanto mais sódio, mais água.

- BEBA MAIS AGUA: Paradoxalmente, beber água pode reduzir o inchaço. A água ingerida estimula o funcionamento dos rins fazendo com que o excesso de sódio e agua sejam eliminados

- REDUZA O CONSUMO DE CARBOIDRATOS: O excesso de carboidrato consumido que não é utilizado como “combustível” é estocado na forma de glicogênio. Cada grama de glicogênio armazenado carrega 3 gramas de água.

- PRATIQUE ATIVIDADE FÍSICA: O exercício, além de promover a perda de liquido via sudorese, estimula a circulação sanguínea, diminuindo o represamento de liquido principalmente nas pernas. É importante não esquecer de ingerir água após a atividade para evitar a desidratação.

IMPORTANTE!! Diuréticos geralmente não são indicados para quadros leves de retenção hídrica. Só devem ser utilizados através de prescrição médica pois podem levar à perda de eletrólitos fundamentais como o potássio, que, em níveis muito baixos, provocam arritmias cardíacas graves.

LEMBRANDO QUE QUADROS DE EDEMA MUITO IMPORTANTES DEVEM PASSAR POR UMA AVALIAÇÃO MÉDICA POIS PODER SIGNIFICAR PROBLEMAS VASCULARES OU MANIFESTAÇÃO DE DOENÇAS QUE ACOMETEM O CORAÇÃO, RIM, FÍGADO OU TIREÓIDE.






domingo, 7 de janeiro de 2018

POR QUE DEVEMOS COMER ALIMENTOS RICOS EM FIBRAS ?

POR QUE DEVEMOS COMER ALIMENTOS RICOS EM FIBRAS ?

Em meio a tantas polêmicas sobre nutrição sobrevive uma recomendação que é consenso entre os especialistas: Devemos ingerir fibras em nossa dieta !

A questão é que nunca ficou bem clara a explicação pela qual estes alimentos são tão benéficos.

Pesquisadores da Universidade de Gothenburg da Suécia realizaram alguns experimentos com camundongos que trouxeram novas informações. Fragmentos de DNA de bactérias que habitam o intestino foram analisados a partir de amostras das fezes de camundongos submetidos à diferentes tipos de dieta.

O experimento mostrou que os animais submetidos á dieta pobre em fibras e rica em gordura  apresentaram uma modificação do microbioma ( "população" de bactérias ) intestinal  gerando uma resposta imune local e , semanas depois , inflamação crônica e aumento das taxas de glicose no sangue. Estes mesmos animais, apos serem submetidos à adição de fibras na mesma dieta rica em gordura mostraram a formação de uma especie de " barreira " que mantinha essas bactérias afastadas da parede intestinal reduzindo a inflamação.

Concluindo, sabemos que as fibras que ingerimos não trazem benefícios de maneira direta ao nossos organismos. Ao invés disso, as fibras que comemos alimenta bilhões de bactérias em nosso intestino. Mantendo essas bactérias "bem alimentadas", garantimos que nosso sistema imunológico permaneça em boas condições de funcionamento.

SEGURANÇA E EFICÁCIA DA SUPLEMENTAÇÃO COM CREATINA



Este mês, na revista Journal of the International Society of Sports Nutrition, saiu uma interessante revisão sobre a suplementação com creatina no esporte, exercício e em algumas áreas da medicina. Aqui destaco alguns pontos do artigo:

- PARA QUE SERVE A CREATINA ? A creatina é um composto de aminoácidos presente nas fibras musculares. Ela é responsável pelo fornecimento de energia para a contração muscular, principalmente no tipo de esforço anaeróbio de força do tipo "explosão" (contração rápida).

- QUAIS SÃO AS FONTES ALIMENTARES DE CREATINA ?  Nosso corpo precisa de cerca de 1 a 3 gramas de creatina por dia .Metade da nossa necessidade diária é sintetizada no figado e nos rins. A outra metade adquirimos através dos alimentos. Carnes e peixes são as principais fontes. Por exemplo: meio quilo de carne tem cerca de 2 gramas de creatina. A creatina também pode ser tomada na forma de suplementos.
,
- QUAIS OS BENEFÍCIOS DA SUPLEMENTAÇÃO COM A CREATINA : Estudos indicam que a suplementação com creatina melhora a performance em exercícios onde ocorram movimentos rápidos, de curta duração e em máxima força..Exemplo: musculação, natação de velocidade ("tiros" de 50 metros), atletismo ( 100 a 200 metros rasos). A suplementação com creatina também contribui para a hipertrofia muscular, eleva a capacidade de estoque de glicogênio no músculo (melhorando a resistência) e auxilia na recuperação apos treinos intensos.

Na medicina, a creatina parece ter algum papel em doença degenerativas, diabetes e coronariopatias , porém carece de melhores estudos.

- QUAIS SÃO OS EFEITOS COLATERAIS DA SUPLEMENTAÇÃO: Como a creatina ja é utilizada desde os anos 90, existem mais de 1000 estudos conduzidos. O único efeito consistente descrito na literatura é o ganho de peso, que é consequência da retenção hídrica que a creatina provoca. Não há evidência de que a creatina afete a função renal, mesmo em indivíduos não saudáveis: Estudos com altas doses (30 gramas por dia ) com duração de mais de 5 anos não mostraram qualquer prejuízo aos rins.

Mesmo com essa segurança, é recomendada uma avaliação médica e orientação nutricional  antes de utilizar esse tipo de suplemento !!




quarta-feira, 24 de maio de 2017

QUAL O MELHOR TIPO DE ATIVIDADE FISICA PARA O IDOSO COM EXCESSO DE PESO? AERÓBICO OU MUSCULAÇÃO?




Quando se inicia uma dieta com restrição alimentar no idoso com obesidade, existe a preocupação de que, com a redução do peso, ocorra uma diminuição da massa muscular (sarcopenia) e massa óssea (osteopenia) aumentando a fragilidade e o risco de quedas e fraturas.

Sabe-se que a atividade física tem papel importante na perda de peso, principalmente por atenuar a perda de massa magra que inevitavelmente ocorre com o emagrecimento. Nesse contexto, os exercícios aeróbicos (corrida, natação, bike...) e resistidos (musculação) possuem papéis de adaptação fisiológica diferentes. O primeiro melhora o desempenho cardiovascular (pico de consumo de oxigênio) enquanto o segundo otimiza a força e potência muscular (adaptação neuro-muscular).

Tendo em vista esses dados, no idoso com obesidade que está iniciando um programa de perda de peso, o que seria melhor? Exercícios aeróbicos? Exercícios de força (resistidos)? Ou as duas modalidades combinadas?

Foi essa questão que pesquisadores tentaram responder em estudo recente publicado na revista New England Journal of Medicine ( N Engl J Med 2017; 376:1943-1955May 18, 2017)

O estudo foi realizado com 141 obesos, média de 70 anos, submetidos a dieta e exercícios, divididos em 3 grupos:  atividade física aeróbica, atividade física resistida e atividade combinada (aeróbica + resistida).

A hipótese dos autores foi de que, ao fazer as duas atividades combinadas, os indivíduos não fossem conseguir os mesmos benefícios das atividades feitas de modo isolado

As conclusões foram essas: - NÃO HOUVE DIFERENÇA NA REDUÇÃO DE PESO NOS TRÊS GRUPOS.  A MELHORA DO STATUS FUNCIONAL, QUE É A SOMA DOS BENEFÍCIOS ADQUIRIDOS NO SISTEMA CARDIOVASCULAR (AERÓBICO) E NA FORÇA MUSCULAR, FOI MELHOR NO GRUPO COMBINADO. ISTO POIS ELE CONSEGUIU ATINGIR OS MESMOS BENEFICIOS DOS GRUPOS ISOLADOS (AERÓBICO E RESISTIDO), CONTRARIANDO A HIPOTESE INCIAL DOS AUTORES.

Assim, segundo este estudo, a melhor atividade física para associar à uma dieta com o intuito de emagrecimento em idosos é a atividade física combinada aeróbica+resistida.

terça-feira, 24 de maio de 2016

ALTOS NÍVEIS DE FTALATOS ENCONTRADOS EM CONSUMIDORES DE FAST-FOOD


Ftalatos são compostos quimicos utilizados em produtos plásticos e já foram relacionados a possíveis danos à saúde como infertilidade, hipertensão e puberdade precoce.
Pesquisadores da George Washington University encontraram níveis maiores de metabólitos do ftalato na urina de participantes que consumiam maior quantidade de fast-food. A explicação pode estar no contato do alimentos com as embalagens plasticas.
Apesar dos resultados, a principal autora do estudo refere que os danos à saúde não são comprovados e seriam necessário anos de exposição para se afirmar com certeza se há esta ligação .
Por ora , a recomendação é comer mais frutas e vegetais e menos fast-food, principalmente devido a alta quantidade de calorias, sal e gordura destes últimos. Ou seja, os prejuízos à saude estão muito além dos ftalatos !!.


25 DE MAIO - DIA INTERNACIONAL DA TIREOIDE


Neste link , alguns esclarecimentos sobre mitos e verdades relacionados a tireoide.